VOCÊ TEM VISTO PARA OS STATES?

A primeira coisa – após a disponibilização do tempo – quando se fala em uma viagem para os Estados Unidos da América, seja longa ou curta, é conseguir um visto de turista. Para dar entrada no processo de solicitação de um visto de turista, você precisa de um passaporte, e por incrível que pareça, algo que é corriqueiro em outros países, no Brasil pode se tornar uma novela, ou uma tragicomédia.

Como eu já possuía passaporte e visto de turista, começamos a providenciar a papelada da minha esposa e como deve ser começamos pelo passaporte, isso em maio de 2015.

O órgão que confecciona e emite o passaporte é a Polícia Federal, lá que você deve dar entrada no processo. Quando minha esposa solicitou o dela, há cerca de 18 meses, o Departamento de Polícia Federal (DPF) estava demorando em torno de 30 dias para entregar o documento, mas logo após o recebimento do passaporte, o DPF passou por algumas dificuldades de emissão e assim o prazo de entrega aumentou para algo em torno de noventa dias. Ou seja, por uma questão de sorte pegamos o passaporte dela com trinta dias.

Esta semana o DPF anunciou que por falta de papel para imprimir os passaportes, só em casos emergenciais, como tratamentos de saúde ou questões trabalhistas, que novos passaportes seriam confecionados, para motivos de viagem não há previsão de entrega para novas solicitações.

Então meu amigo, solicite seu passaporte com uma antecedência considerável, pois o padrão Brasil de qualidade pode encalhar sua viagem. #eduardo

De posse do passaporte, partimos para desenrolar o visto de turista. Esta etapa é bem burocrática e exige cuidado para evitar erros. Se você pretende tirar o seu pode seguir estes passos:

Preencha, em inglês, o formulário de solicitação de visto DS 160. As perguntas estão em inglês, mas, ao colocar o cursor em cima delas, aparece a tradução. Ao fim de cada página, salve o que já tiver sido feito e guarde o número do “Application ID” para entrar novamente no formulário. Ao terminar o processo, imprima a página de confirmação.

Para esclarecer as dúvidas sobre o preenchimento do formulário clique aqui. 

AGENDARA ENTREVISTA

Depois que preencher o formulário é preciso agendar a(s) entrevista(s). Para isso é necessário se cadastrar no Site, seguindo o passo a passo de agendamento ou se preferir você pode ligar.

Tenha em mãos a página de confirmação do formulário DS-160, com código de barras, e o número do passaporte.
Há casos em que é necessário ir ao CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e ao Consulado, e outros  – como nas renovações – em que só é preciso ir ao CASV. O próprio sistema irá informar sobre isso.

Dica: no caso de ter que fazer as duas entrevistas, as visitas não podem ser agendadas para o mesmo dia. Fique atento porque a opção de agendamento para o Consulado aparece antes da opção de agendamento para o CASV, mas a entrevista no CASV tem que ocorrer primeiro. Por isso, escolha sempre para a ida ao Consulado em uma data posterior à da ida ao CASV. Você terá que pagar a taxa de solicitação do visto (US$ 160, no caso dos vistos de turismo e de negócios). Confira taxas para outros vistos aqui.

 IR AO CASV

No dia agendado, vá ao CASV com o formulário, o passaporte e o comprovante de pagamento da taxa. Lá, serão recolhidas as impressões digitais e será tirada uma foto.

Dica: não é permitido entrar com bolsas ou mochilas no recinto, e não há local para guardar esses pertences dentro do centro. Quem estiver com eles precisa deixá-los no carro ou em guarda-volumes privados, que costumam cobrar caro pelo serviço.

IR AO CONSULADO

No dia da entrevista, é preciso ir ao Consulado ou à Embaixada, levando o passaporte e a página de confirmação do formulário DS-160.
Para mais informações, consulte a página aqui.

Tudo começa com um agendamento feito pelo site da Polícia Federal e agora o solicitante é obrigado a ir duas vezes no consulado ou na embaixada dos EUA para ter a sua solicitação deferida. 

No nosso caso, preferimos evitar toda essa fadiga e utilizamos os serviços de uma agência especializada em vistos daqui de Goiânia, a Viajantes Assessoria Consular. Eles fazem todo o procedimento e já saí com os horários agendados tanto no CASV quanto no Consulado. Para que tiver interesse, a empresa também faz o transporte para estes locais, nós fomos de meios próprios. Inclusive, quando tentei agendar sozinha, só achava vaga para o mês seguinte, com a assessoria da Viajantes consegui data para a entrevista em uma semana.

O visto é um adesivo timbrado, que é colado a uma das folhas do passaporte.

A entrevista causa temor em muita gente, por receio de ter o seu visto negado. No meu caso foi super tranquilo, não fiquei nem três minutos em entrevista. Acredito que pelo fato de ser uma servidora pública e por ter informado que viajaria com meu esposo, que também é servidor público e que já possuía visto. Confesso que depois de ver algumas pessoas saindo aos prantos da entrevista, ouvir o “Boa viagem” ao fim da entrevista é um alívio. 

Depois de aprovado o visto, recebi meu passaporte em casa, através dos Correios uns 30 dias depois. #rhainna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s